O cabelo da Pá - a inspiração


Hello, girls!

Hoje, oficialmente, é a minha primeira incursão como blogueira de beleza. Como repórter, já escrevi muito sobre cabelos, maquiagem e estética, mas como pessoa objeto do texto é a primeira vez. So, let's go! (misturar frases em inglês no meio do texto é muito coisa de blogueira!)

Eis a semente da unanimidade. Gata, né?
Tem um tempo, postei despretensiosamente uma foto no meu Facebook e ganhei uma enxurrada de elogios. Foram 143 reações, 31 comentários, 1 compartilhamento e muitas recomendações de "coloca essa foto no seu perfil!". Me senti a Khloé Kardashian, rs. E obedeci o pessoal, obviamente. Uns elogiaram a luz, outros o meu brinco, mas a grande massa (olha eu valorizando o passe!), focou no meu cabelo. 


Essa foto dá uma visão geral de como está a coloração, apesar desse filtro avermelhado que eu usei para fingir um bronzeado da pele branquela.
O responsável pela coloração e o corte é o Ed Silva, meu cabeleireiro desde antes de existir a expressão hair stylist, e a responsável pelos cuidados sou eu mesma. Sou bem indisciplinada com metade das coisas na vida, mas o cabelo está na metade das coisas da qual cuido religiosamente. O corte é em U, com repicado nas pontas. Há algumas semans repiquei a frente para ganhar mais movimento. Na real, fiquei meio leoa e amei!

Essa foto é uma das minhas favoritas do cabelo. Não por causa do cabelo, mas porque meu crush favorito curtiu! #alocka

A cor foi inspirada nessa fase da Khloé Kardashian. Já fui loira, não me readaptei à morenice, mas também sei que não tenho tempo para me dedicar a mechas platinadas. Cuidar de cabelo loiro platinado é quase ter um filho. Então a nossa opção, minha e do Ed, foi por esse ombreé hair, variando de um tom próximo do meu castanho natural (4.7) na raiz até um loiro mel (7.3). Há quem diga que o meu cabelo está amarelo, e está mesmo. É o limite do saudável, não me interessa ter um cabelo platinado e ressecado. 
Esse foi o look que me inspirou

Os cachos são o resultado a minha genética aliado ao botox e ao meu cuidado  em casa. A genética me deu um cabelo que parece uma mistura de Maria Bethânia com Elba Ramalho. Para domar o cabelo, o botox foi a melhor técnica que já usei. Reduz o volume, reduz o frizz, mantém os cachos e ainda hidrata o cabelo. Ah, e não deixa a cabeça fedendo nem durante e nem depois do processo. ;)

Mais uma foto da Khloé porque ela é muito maravilhosa! Agora meu cabelo está quase neste comprimento, vai dar para copiar melhor.

Semana que vem eu volto para falar como eu cuido da juba inspirada na Khloé, tá? Beijo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para comentar sem utilizar um login do Google basta usar a opção Nome/URL.
;)