Resenha de Filme | A Chegada


Eu sei...eu comentei no post sobre os indicados à melhor filme no Oscar 2017 que "A Chegada" foi o que menos chamou a minha atenção da lista. Porém, surgiu a oportunidade e pensei "Por que não?"


Sinopse

O filme é baseado no livro "The Story of Your Life" (ou História da Sua Vida) de Ted Chiang e dirigido por Denis Villeneuve, no qual mostra a literal chegada de 12 naves espaciais ao redor do mundo, fazendo com que uma equipe de elite fica encarregada em decodificar a linguagem dos alienígenas. Enquanto e por conta disso, as nações ficam à beira de uma guerra mundial.

A equipe de elite, liderada pela linguista Louise Banks, começa uma corrida contra o tempo para saber qual a intenção deles na Terra.



Fonte: Guia da Semana
Lendo essa sinopse, acharia ainda que seria apenas um filme estilo 'Independence Day'. E não! É tão reflexivo que, se você perder uma cena, é capaz de não acompanhar tão bem o resto. E pasme: só há 1 explosão no filme!

Confesso que não entendi bem o contexto e o desfecho e por isso, achei que não tinha gostado e fui pesquisar mais a respeito. Fico muito intrigada nessas horas!

E depois de ver as teorias que estão nas entrelinhas da história, posso dizer: gostei muito do filme! 

Não quero dar spoilers, mas acho que posso adiantar uma coisa que, se eu soubesse quando assisti, eu teria visto o filme de outra forma. Por mais contraditório que pareça, essa ficção científica propõe uma reflexão sobre os conflitos da humanidade gerados, basicamente, pela falta de comunicação. Incrível, né?

É engraçado como o desconhecido ou não compreendido sempre causa desconforto. E é um dos pontos também tratados no filme: o desconhecido gera desconforto e o desconhecido e não compreendido gera medo. Foi quando eu me dei conta que o meu "não gostei" logo de cara veio da não compreensão e como foi fácil mudar este ponto de vista depois de pesquisar algumas informações.

Mas não se engane: é um filme com alienígenas, naves espaciais, barulhos estranhos, sim, mas de um enredo fora do comum, com uma fotografia linda e uma reflexão que deveríamos fazer sempre.

Não posso dizer se é digno ou não de indicação e muito menos, do prêmio em si, pois, infelizmente, não vi os outros ainda, mas foi, sim, surpreendente!

Você já assistiu o filme? O que achou? Só não dá spoilers para os amigos aqui, combinado? =)

Beijos e até a próxima! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para comentar sem utilizar um login do Google basta usar a opção Nome/URL.
;)