Indicação Netflix | Minhas Séries Favoritas da Vida


Apesar da minha tendência para séries policiais e baseadas em quadrinhos, há outras séries que são as minhas favoritas da vida. Quer ver? =) 

Gilmore Girls

Se você nos acompanha nas redes sociais, essa opção é muito óbvia, eu sei! rs Mas é impossível deixar essa série de fora dessa lista!

É engraçado, mas me apaixonei pela série 2 vezes e de forma diferente: quando acompanhei Gilmore Girls na época, eu me identificava muito com a Rory, mas no ano passado, quando assisti de novo as 7 temporadas para ver o revival da Netflix, era como se eu assistisse uma nova série, mas agora, sob os olhos da Lorelai. Incrível, né? A história é leve, que fala da relação entre mãe e filha e acima de tudo, fala sobre o amor.


Glee

Quem pensa nessa série musical, talvez, só lembre das histórias adolescentes, mas o meu amor por Glee vai muito além disso: foi uma das poucas e mais recentes séries a apresentar à nova geração os clássicos musicais como Noviça Rebelde, Mamma Mia e Chicago e a explorar as músicas de todos gêneros e épocas. 


Além disso, a série também teve a preocupação de tratar sobre questionamentos dessa fase, sobre aceitação, além de assuntos como as consequências do bullying/preconceito/racismo, tiroteio na escola e a morte de um jovem, como aconteceu de fato com o ator Cory Monteith que interpretava Finn Hudson, um dos personagens principais da série.

House

House é um daqueles personagens que você vive um relacionamento de amor e ódio enquanto assiste a série. Ele é um médico especialista em resolver os casos mais complexos que aparecem no hospital e não tem ética alguma para lidar com a sua equipe, colegas de trabalho ou pacientes, porque ele quer, acima de tudo, salvar vidas.

Acho que foi a partir dessa série que comecei a me interessar mais por comportamento humano, porque mais do que a doença em si, sempre havia alguma questão comportamental em jogo.


How I Met Your Mother

Se essa série está na minha lista, a Patti é a grande responsável por isso! Ela ficou MESES me convencendo a assistir essa série até que, enfim, fiz como ela recomendou: assisti até a 2ª temporada, já que a 1ª não era tão interessante. E quem disse que eu conseguia largar depois??

A série mostra um dos personagens, Ted Mosby, contando aos seus filhos como ele conheceu a mãe deles e por isso, todo o enredo é em torno das vidas dele e de seus amigos, Marshall, Lily, Robin e Barney.

Parece uma história boba, mas estou de prova para dizer que você vai viver um caso de amor e irritação com todos os personagens e se sentir totalmente órfão depois que a série acabar. (Obrigada, Patti, pela insistência! rs)


Suits

Expulso da faculdade, ganha a vida fazendo provas e concursos no lugar de outras pessoas e é contratado por uma das maiores empresas de advocacia, porque ele é o melhor que já viram.

Sem dúvida, você passa a série toda se perguntando "Quando vão pegar essa cara?", porque não só ele iria preso por ser uma fraude, como a empresa também seria super comprometida. Fora que cada personagem tem seu papel de importância e destaque no enredo, o que vai comprometendo cada um deles nessa cumplicidade pelo crime de fraude. Então, é impossível ver Mike sem Harvey sem Donna sem Louis...E quando me dei conta, eu é que não me via sem nenhum deles...


Sherlock

Ok, é uma série policial, mas não posso deixar de colocar aqui na lista por motivos de: é uma série que você se envolve muito mais com os personagens do que com os crimes citados na história. 

Tanto que o foco da série não é o crime em si, mas sim a complexidade e inteligência por trás do comportamento de Sherlock e a relação entre os personagens.


Há outras séries favoritas da minha vida como Anos Incríveis, Um Maluco no Pedaço e Três é Demais (Full House), mas optei por falar sobre algumas mais recentes, senão esse post não teria fim. E aproveito para me desculpar por este post ter ficado longo!  

Tem alguma série dessa lista que também é a sua favorita? Conta aqui para nós e compartilha a sua lista também. Vai que eu esqueci de alguma...o que é bem provável (rs)... 

Beijos e até a próxima!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para comentar sem utilizar um login do Google basta usar a opção Nome/URL.
;)