Indicação Netflix | American Crime Story - The People v. O.J. Simpson


Você já sabe que tenho uma preferência por séries criminais, certo? Mas e quando esse tipo de série é totalmente baseado num fato real? E mais: e quando envolve uma figura pública? Não tem como perder, não é mesmo? 

Pois é, essa foi a grande sacada de Scott Alexander, Larry Karaszewski, quando decidiram fazer a 1ª temporada dessa série sobre um crime e julgamento que pararam os Estados Unidos em 1994 e 1995. 


A série conta a história do assassinato da ex-mulher de O.J. Simpson (ex-jogador de futebol americano, ex-ator e ex-produtor), Nicole Brown, e do seu então amigo, Ronald Goldman. E assim, a história se desenrola com Simpson se tornando o principal suspeito do crime até a sua sentença final no julgamento que durou 372 dias. 

Como parte do elenco, temos Cuba Gooding Jr (O.J. Simpson), Sarah Paulson (promotora Marcia Clark), John Travolta (advogado de defesa - Robert Shapiro), David Schwimmer (advogado de defesa - Robert Kardashian*), Courtney B. Vance (advogado de defesa - Johnnie Cochran), entre outros. 

*Sim, Robert Kardashian, pai das famosas Kardashian, era melhor amigo de O.J. Simpson e teve grande participação na trama. 

Da esquerda para direita - Courtney B. Vance, Cuba Gooding Jr, Sarah Paulson, John Travolta e David Schwimmer
E não tem como destacar um ou outro pela atuação! Todos estão excelentes em seus papéis, fora a produção toda da série. Não à toa, tiveram 22 indicações no Emmy 2016. 

Entenda o Caso

O.J. Simpson foi um famoso jogador de futebol americano na década de 70, aposentando-se na década de 80 para seguir a carreira de ator. Teve participação em alguns filmes como em "Corra que a polícia vem aí".  

O.J. Simpson na época do julgamento e Cuba Gooding Jr como O.J. Simpson na série (Fonte: Omelete)

Em 1985, após à separação da primeira esposa, Simpson se casou com Nicole Brown e tiveram 2 filhos. O divórcio ocorreu em 1992 depois de Nicole ter feito 3 registros policiais contra Simpson por agressões físicas. Em 1993, ele chegou até a invadir a casa da ex-mulher, que se trancou na cozinha para se defender. 

Em 12 de junho de 1994, Nicole e Ronald foram mortos, segundo perícia, de forma brutal na própria casa de Nicole. Depois de procurarem por Simpson e analisarem alguns indícios e provas, 5 dias depois, O.J. Simpson vira o principal suspeito do duplo homicídio e é acusado pelo crime. 

Depois de um julgamento de 372 dias, Simpson foi declarado inocente. Após tudo isso, ele ainda ousou escrever um livro "If I Did It" (tradução literal "Se eu fiz isso...") descrevendo o crime "hipoteticamente", caso ele tivesse feito isso, o que causou uma revolta geral no público que obrigou a editora a recolher os livros das lojas.  

Enfim, em 2007 ele foi preso e acusado por assalto, sequestro, entre outras 12 acusações, sendo condenado em 2008 por 33 anos de prisão. 

Voltando à série...

A série tem 10 episódios, assisti em 1 semana e preciso concordar com uma afirmação que aconteceu no verdadeiro julgamento:
"Esse julgamento é um circo" (Christopher Darden)

A série não chega à metade e você esquece que o julgamento é sobre um duplo homicídio. Eu e o marido discutimos muito mais sobre as questões raciais envolvidas no caso do que se ele era culpado ou inocente ou quem realmente cometeu os assassinatos.

É muito louco! E de verdade, a mídia tem o poder de colocar uma pessoa num pedestal como no fundo do buraco, independente se ela/ele fez algo ou não para isso. Enfim...

A 2ª temporada dessa série está prevista para 2018 e vai falar sobre o furacão Katrina e suas consequências sob vários pontos de vista. E 6 meses depois, virá a 3ª temporada para falar sobre o assassinato do estilista Gianni Versace. 

A 4ª temporada ainda está sob análise e aprovação, mas os esforços estão voltados para contar o escândalo entre o então presidente Bill Clinton e Monica Lewinsky. 

Ou seja, essa série ainda promete! 

Você já assistiu a série? O que achou? E tem alguma outra série para indicar? =) 

Beijos e até a próxima!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para comentar sem utilizar um login do Google basta usar a opção Nome/URL.
;)