(Série) Como cortar gastos com Transporte


Carro, táxi, Uber, transporte público, bicicleta, enfim, independente do transporte que você normalmente usa, a idéia aqui é pensar na forma mais econômica para se locomover. 

Para isso, vou compartilhar apenas 3 dicas para que você possa fazer esse cálculo no seu dia a dia. 

Vamos lá?!

1) Programe o seu trajeto com antecedência. Fiz um post recentemente no meu site sobre isso (link aqui), mas basicamente isso serve para que você não gaste tempo e dinheiro além do que havia planejado.

Sabe aquela reunião que você se programou para ir de transporte público ou bicicleta, mas você perdeu o horário e para não se atrasar, pede um táxi, Uber ou acaba indo com o seu carro?

Então, o planejamento antecipado evita esses gastos a mais, já que você sabe qual o mínimo de tempo a considerar para o trajeto.



2) O Google Maps disponibiliza não só o tempo, mas também os valores estimados para a sua rota e para cada tipo de transporte. Assim, você pode fazer a comparação ali mesmo, de forma mais prática.

Fonte: Techtudo
Fora que se você quiser saber quanto tempo levará até o seu destino, o Google Maps fornece isso para todos os meios possíveis no local.

3) Não leve tão à sério a economia no transporte. Você pode considerar a bicicleta, caminhada ou transporte público na maioria das vezes, mas se estiver cansado ou o destino é muito fora da sua rota, dê-se o direito de usar um Uber ou táxi ou carro, de vez em quando.

As pessoas se enganam ao pensar que cortar gastos significa não fazer mais nada ou só fazer sacrifícios. O corte de gastos é para que, numa necessidade maior, você possa ter uma reserva ou uma margem do seu dinheiro, para usa-lo sem fazer dívidas ou sem ficar com o saldo devedor no final do mês.

Para você, qual o melhor e mais econômico meio de transporte?

Beijos e até a próxima!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para comentar sem utilizar um login do Google basta usar a opção Nome/URL.
;)