#PallomaVaiSecar: as férias e os números


Oieeeeeeeeeeeeee! Como estão vocês, suas lindas? Estou morrendo de saudade!

Hoje vou falar das minhas férias e falar de números. Eu tinha me programado mentalmente para só falar deles depois que terminasse de emagrecer, o que deveria ter acontecido em outubro. Mas a curiosidade de vocês não tem nada a ver com as minhas jacadas, né? Rs.

Primeiro, preciso contar que a viagem a Punta Cana foi apenas maravilhosa. O lugar é incrível, meus companheiros de viagem foram sensacionais e eu não podia ter visto paisagens mais lindas. Porém, contudo e entretanto, a comida do hotel era divina. Se vocês pretendem fazer dieta, não se hospedem num resort com tudo incluso. Eu passei sete dias beliscando nachos fritos com queijo derretido, tipo aqueles do Mc Cheddar. Os jantares foram todos gordos e o café da manhã... Bem, vou resumir dizendo que lá não tinha pão integral sem açúcar, mas tinha panquecas, waffles e Nutella.

Mais do que isso, nos dias seguintes no Brasil, resolvi tirar a barriga da miséria. Se você me viu no A Chapa, Outback ou no Mc Donald's, não foi uma ilusão de ótica. Dia do lixo é para os fracos, fiz logo a quinzena do lixo, rs. Eu sempre me imaginava indo à forra na volta do Caribe e fui. Alguma coisa tinha que sair como o planejado, concordam? Claro que foi uma cagada, mas diferente de quando deu ruim, dessa vez eu fiz tudo bem consciente. Eu sei como cada uma daquelas calorias entrou no meu prato e, por isso, hoje soube exatamente como me livrar de cada uma delas. Todas as refeições do dia correspondem ao cardápio da nutricionista, tá? Fiz snaps, mas o meu Snap tá bugado. =/

Como missão dada é missão cumprida, não vou desistir da minha. Mais do que ficar magra, quero deixar a minha saúde à salvo e eu vou conseguir. Minha nova meta é perder os quilinhos que ainda me sobram até o final de janeiro. Eu sei que tem um Natal, um monte de confraternizações e um Ano Novo no meio, mas eu vou resistir aos panetones!

Cá pra nós, estou quase uma Kardashian, hein? Rs. Mentira, essa é a foto de divulgação do meu curso "Como esconder as banhas das costas se espreguiçando". Mentira de novo! Rs. Só queria ver a quantas anda o meu ângulo de retaguarda e eu bem gostei. ;)Quem fez a foto foi a fofa da Thelma Alota.


Agora, vamos aos números que eu prometi para vocês em outubro e cá estamos nós em outubro. No final de fevereiro deste ano, esta jornalista que vos escreve estava pesando 105 quilos em um corpo de 1,75, ou seja, IMC 34,29. Estava a poucos passos de uma obesidade severa. Antes do embarque para Punta, eu estava pesando 90,8 kg e meu IMC era de 29,65. Estava dentro do sobrepeso, mas ainda muito perto da linha da obesidade. Meu objetivo agora é chegar nos 75 quilos e me acomodar confortavelmente dentro da faixa do peso ideal.
Eu sei que ainda faltam 15 quilos, mas há oito meses faltavam 30. Eu não tinha a menor noção de como me alimentar corretamente, estava fazendo de conta que não sabia dos riscos e eu não tinha dado o primeiro passo. Eu não imaginava que eu comia sem perceber quando ficava ansiosa, hoje eu sei. E eu também não tinha vocês, suas lindas! Então, daqui para frente, vai ser mole! Bora resolver o problema do peso? Quem quer arranjar sarnas novas para coçar em 2016? Vamos ter um ano novo com desafios novos? Ainda dá tempo!

Um beijo do meu tamanho e até semana que vem. =*


2 comentários:

Para comentar sem utilizar um login do Google basta usar a opção Nome/URL.
;)