Fala Patti: Realizando os sonhos de adolescência


Hellooo!

Eu preciso confessar uma coisa: talvez esse tipo de post seja um dos que eu mais gosto de fazer. 
Sento aqui e escrevo, sem me preocupar muito se tá legal, se tô passando uma informação correta. Porque é só eu abrindo o meu coração, mesmo.

E hoje eu vou abrir meu coração de verdade. Venho falar sobre como ultimamente eu tenho realizado grandes sonhos que eu tinha na infância e na adolescência.



Pra ilustrar, venho aqui dizer com toda a minha empolgação (mas toda a minha empolgação mesmo!!) que Junho chegou e, com ele, o show dos Backstreet Boys!! (OMG! OMG! OMG!!!).
Ok, ok, admito! Eu ando perdendo o controle quando o assunto é os Backstreet Boys. Na realidade, ando tão empolgada que não consigo nem ouvir/pensar em outra coisa.
Mas Patti, por que essa empolgação toda?

Quando eu tinha 14 anos eu amava muito os Backstreet Boys! Eu tinha aquelas pastas catálogos cheia de tudo que saía deles nas revistas. Eu sabia cantar (ainda que com um inglês ruim - até hoje, diga-se de passagem) todas as músicas e sabia dançar todas as coreografias. Sabia de cor e salteado as datas de nascimento e preferências de cada um deles. Assistia à MTV na minha TV ruim, toda chiada, porque aqui em casa a MTV não pegava muito bem. Torcia para que eles alcançassem o número 1 do Disk MTV. Meu preferido era o Nick.



Me fala. Qual era a chance da Patti de 14 anos ir num show dos caras? Quase nenhuma.

E dos 14 anos pra cá, eles vieram pro Brasil algumas vezes e eu sempre deixei passar. Depois sempre ficava arrependida. Ficava pensando em qual amiga poderia ir comigo, como iríamos, se valia a pena pagar o ingresso e aí o show passava e eu perdia.

Dessa vez, não deixei passar. Por cair justo no dia dos namorados, algumas amigas desistiram de ir comigo. Conversei com o noivo, que de tão lindão concordou que eu fosse (e até vai me buscar lá! Dia dos namorados é todo dia! <3) e não me acanhei de ir sozinha. Tá bom, confesso que nessa história toda, a melhor parte É ir sozinha. Assim, posso dar o escândalo que eu quiser, que ninguém vai ficar me censurando. E sim! Darei escândalo!

Comprei meu ingresso e agora, 15 anos depois, vou realizar o sonho da Patti adolescente.



Legal! Mas por que isso é importante?
Pare um pouco pra pensar. Quantos sonhos você tinha, quando adolescente, que ainda não realizou? E quantos desses sonhos você, hoje, tem condições de realizar? E por que não?

Parece muito bobo, mas eu tô muito feliz em poder hoje me proporcionar isso. Obviamente, nem sei como estão os caras hoje e não conheço nenhuma música lançada depois da minha fase BSB. Mas não tô nem aí. Eles vão tocar "I want it that way" e eu vou chorar e gritar como uma adolescente maluca - pode apostar!

E vou zerar essa dívida comigo mesma. :)

[Esse post desabafo-sem-nexo é um aleatório, mas se você gostou muito me avisa que eu posso fazer mais posts assim! :) ]


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para comentar sem utilizar um login do Google basta usar a opção Nome/URL.
;)