Sobre o amor: é preciso falar


Oiê!

Um dos temas da blogagem coletiva do Rotarrots desse mês é, nada mais, nada menos do que o assunto que eu mais gosto de falar. Que eu mais gosto de ouvir. Que me sustenta: o amor!

O que é o amor? Não seria maravilhoso se fosse possível definir esse sentimento tão único?
Uma vez vi um artigo sobre crianças respondendo o que é o amor. E as respostas tão simples são a maior expressão da realidade.
Só o amor constrói pontes indestrutíveis
Charlie Brown Jr.

Pra mim, amor é quando você é capaz de perdoar. Não há nada mais intenso no amor que o perdão. Amor é quando você também é capaz de compreender. Amor é quando você se doa. É quando você quer por perto. É quando você quer bem.

Amor é quando você sente saudades antes mesmo de ir embora.

Eu vos dou um novo mandamento: amai-vos uns aos outros como eu vos amei
(Jo 13,34)


Uma vez, conversando com uma amiga, ela me disse que se sentia terrivelmente arrependida por não ter dito para a avó que a amava, antes dela partir. Claro, a avó da minha amiga sabia do amor incondicional da neta, mas nunca tinha escutado ela dizer. Entende a diferença?
Essa mesma amiga dizia que tinha esse "bloqueio" por nunca ter ouvido do pai que a amava.
Lembro que isso me marcou muito. Talvez pela criação que teve, o pai não dizia com frequência que a amava - mas ela tava em tempo de fazer diferente.

Aquilo me mudou muito como pessoa. Na ocasião, conversamos muito sobre o assunto e chegamos num consenso que nunca mais - mas nunca mais mesmo - íamos deixar passar a oportunidade de dizer a alguém o simples (e transformador) "eu amo você".

E porque não dizer? O que te prende?

Eu tive tempo, graças a Deus, de dizer às minhas avós e a todo mundo que me rodeia que eu os amo. Eu não passo essa vontade: de tanto dizer, acho que as pessoas pensam que é corriqueiro. Que é da boca pra fora. Mas pra mim, nada é mais sincero e verdadeiro do que expressar o maior sentimento do mundo. Então, pode crer: se você ouviu isso de mim um dia, é porque é de verdade!
Não se prive de dizer que você ama alguém, quando amar de verdade.
Eu sempre disse que o amor é o sentimento que me move (tanto que fui capaz de fazer uma tatuagem homenageando esse sentimento). Tenho comigo todo tipo de amor: de Deus, da família, de amigos, do amigo que virou namorado - e depois noivo. Acredito em toda forma de amor. Só o amor transforma Só o amor salva!


A vida se torna mais fácil e muito mais prazerosa quando damos espaço para que tudo se transforme em amor. <3



[Esse post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots. Um grupo de blogueiros saudosistas que tentam resgatar a era de ouro dos diários virtuais].


7 comentários:

  1. Exatamente isso! Eu entendo, em partes, o que sua amiga sentiu. Meu pai faleceu há poucos meses, e como eu queria ter dito MAIS que o amo! Eu disse, mas não o suficiente. Ele merecia mais! Mas eu aprendi bastante com isso e, como você disse, hoje já digo a mais pessoas, e espero conseguir dizer a todas que realmente amo. Amei o post e achei ótimo estar espalhando coisas boas! Um abraço <3 48janeiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso! Vamos sempre espalhar coisas boas!!! <3

      Excluir
  2. Nossa esse texto falou muito comigo, até postei no meu texto (sobre o mesmo tema) o quanto lamentava de não ter tudo com palavras e gestos o quanto amava meu pai. Mas isso é uma lição que aprendi, não devemos guardar sentimentos, nem esperar que eles sejam recíprocos, apenas doe aquilo que tem de melhor.
    Parabéns pelo texto, beijos.
    tecontopoesia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu sempre tive esse bloqueio, mas Graças a Deus esse bloqueio esta saindo. O amor é sentimento puro, é o único sentimento quando sentido verdadeiramente traz muita paz ao coração. Beijos

    http://joicyrecco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Tenho o mesmo problema dessa amiga aí que não ouviu um eu te amo do pai e hoje não temos uma relação tão amigável, mas enfim.. coisas da vida. Porém, tenho meu filho que é o maior amor da minha vida e digo pra ele todos os dias que o amo muito e tenho o prazer de ouvir aquele pedacinho de gente dizer 'te amo mamãe' :)
    Lindo texto!

    Beijos!
    www.paroledijuliana.com

    ResponderExcluir
  5. Ahhhhhh que lindo!!! ♥
    Eu tenho esse bloqueio e sério, nunca disse para ninguém, apenas escrevi e veja bem, já é difícil pra mim.
    Ninguém da minha família tem esse costume, a gente prova com atitudes, sempre.
    Mas falar não mesmo. Escrever sim, como sempre.

    Não sinto falta de ouvir porque não é algo que eu fique pensando, mas gostaria muito de falar, principalmente para a minha mãe.

    Masssssssss estamos vivos e cheios de oportunidade, quem sabe!

    ResponderExcluir
  6. Que belo texto, estou encantada. Parabéns por ele :3

    Floreios

    ResponderExcluir

Para comentar sem utilizar um login do Google basta usar a opção Nome/URL.
;)