#PallomaVaiSecar: Por que emagrecer?


Olá, suas lindas!

Meu nome é Palloma Mina e até o outubro vou ser hóspede do Aquele Blog. Além de ser jornalista e consultora de beleza independente Mary Kay - leia-se: tenho dois empregos - resolvi emagrecer em 2015. É desse processo longo e difícil que vou conversar com vocês todas as segundas a partir de agora.

Antes de qualquer coisa, quero deixar bem claro que a minha motivação para emagrecer não é baixa autoestima. Pelo contrário, tenho certeza que sou linda e gostosíssima! Rs. Tanto que, mesmo com peso de três dígitos, vocês vão encontrar algumas fotos de biquíni nas minhas redes sociais. Beleza e número de manequim não tem nada a ver. Hoje meu manequim está perto do 50? Sim, sou maravilhosa do mesmo jeito. Existem pessoas magras feias, gordas bonitas, magras bonitas e gordas feias. A beleza mora nos olhos de quem vê, não em quem é visto. E se você se enxergar bonita, gatinha, ninguém te arranca a beleza. Sério!

Eu exibindo minha bunda linda num dia de sol de 2014.
A balança e eu nunca fomos grandes amigas. Nosso melhor momento aconteceu quando eu tinha 20 anos e pesava 75 kg. O pior foi aos 26, quando estava no meio do tratamento de uma depressão severa e bati os 115 kg. Sem saber como, depois dos 20 engordei. E também sem perceber, perdi bastante peso depois do fim do tratamento da depressão. De verdade, nunca fui de me pesar, meu lema sempre foi "quem tem espelho em casa, não precisa de balança". Como eu sempre me vi linda, nunca vi problema no espelho.

A favor da minha negligência, pesavam dois pontos: sou alta, tenho 1,75, e na minha família as mulheres são robustas. Robustas = coxa grossa, bunda grande, peito maior ainda, braços roliços e os tais ossos largos. Nesse contexto, ganhar ou perder até 5 kg é nada! Absolutamente nada, acreditem.

A minha única motivação para perder peso é saúde. Venho de uma família de diabéticos e hipertensos. O meu alerta aconteceu quando, em janeiro deste ano, minha ginecologista disse que meu anticoncepcional não teria 100% de eficácia porque eu estava acima do limite do peso para tomar anticoncepcional, que são 90 kg. Nem sabia que este limite existia, mas, sendo eu portadora de ovários policísticos e dependente da boa ação do meu anticoncepcional, me preocupei muito. Ali, antes mesmo da médica preencher o pedido dos exames de sangue, decidi resolver o meu problema com excesso de peso. Minha jornada começou naquele 28/01.

Bula do anticoncepcional Evra, mas todos tem essa ressalva. TODOS!
No retorno ao consultório, semanas depois, meus exames de sangue disseram que eu estava no limite para desenvolver diabetes e hipertensão. Decidi não pagar para ver. Simples assim. Apesar de não me deixar mais ou menos bonita, a obesidade cedo ou tarde ia me deixar doente. Por isso, resolvi abandonar a banha de uma vez por todas!

Como a ideia aqui é falar de saúde, não de como virar musa fitness, os únicos números com os quais vou trabalhar até o fim do processo são os dos meus exames de sangue, quantidade de refeições, visitas à academia, as medidas corporais e quantos profissionais estão me ajudando, ok? Só quando entrar no que os médicos chamam de peso normal, vou falar mostrar a evolução em quilos. Porque descobrir como chegar em um lugar é sempre mais difícil do que descobrir onde a gente quer ir, não é? Eu sei quantos quilos preciso perder e isso qualquer continha de IMC te conta também, o barato aqui é descobrir como fazer isso.

Segunda que vem conto para vocês qual foi o meu primeiro passo depois que tomei a decisão de emagrecer. Até lá, me acompanhem nas redes sociais que vai ser babado! BjkS!

Instagram e Twitter: @pallomamina
Snapchat: palloma.mina


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para comentar sem utilizar um login do Google basta usar a opção Nome/URL.
;)