Trilha sonora da minha vida


Oiê!
Já estamos praticamente no meio de janeiro e eu ainda tô fazendo posts com os temas sugeridos para dezembro no Rotaroots. Isso que é comprometimento, eu diria.
Dezembro foi um mês muito intenso de muito trabalho e pouco tempo livre. Mas ainda assim, acho válido esse post que tem um tema tão legal.



Resolvi separar as fases da vida de 5 em 5 anos. Vamos lá?

0 - 5 anos (de 1986 a 1991)
Como toda boa criança na década de 80, provavelmente eu pirava na Xuxa (a Rainha dos Baixinhos era super novidade naquela época) e na dupla de palhaços Atchim e Espirro. Obviamente, esse é o provável, já que nem eu, nem minha mãe nos lembramos muito bem do meu gosto musical da época.

5 a 10 anos (de 1991 a 1996)
Nessa época, eu ia de Xuxa (que ainda bombava! Eu lembro que eu AMAVA uma música chamada "América Geral", que a Xuxa cantava com a Sandy), a É o Tchan (me julgue! Embora eu ache humanamente impossível ter passado por essa época sem nunca ter dançado É o Tchan, nem que fosse numa festinha de família) a Mamonas Assassinas. Ah, eu amei DEMAIS os Mamonas Assassinas.

10 a 15 anos (de 1996 a 2001)
A descoberta das boybands, eu amava os Backstreet Boys. Verdade seja dita: quem não amava? Além deles eu também gostava muito do 'N Sync e das Spice Girls. E "nacionalmente falando", eu adorava o Claudinho e Buchecha (de novo, naquela época, quem não adorava?), Vinny (kkkkk), P.O.Box (tô viajando na onda dessa menina, que dá aula de inglês...)... Essas que tocavam na rádio.

15 a 20 anos (de 2001 a 2006)
De repente, eu era rock'n roll. Lembro que nessa época eu tinha um amor imenso pelo Nirvana, Nickelback. Creed, Link Park e Gorillaz (que, aliás, era uma banda massa). Nas nacionais, eu tinha um amor imenso pelo Capital Inicial (que tinha voltado a bombar graças ao Acústico MTV) e pelo Charlie Brown Jr (que eu ainda amo loucamente).

20 a 25 anos (de 2006 a 2011)
Essa fase foi ótima, porque ser eclética era a lei. Eu andava descobrindo o "novo rock'n roll", ouvia por demais Belle & Sebastian, amava o Bob Dylan (e tudo mais que tinha influência dele). E, ao mesmo tempo, eu ia em todas as micaretas que conseguia, então ouvia muito Asa de Águia e Chiclete com Banana. Bons tempos.

25 a atualmente
Eu ainda continuo bastante eclética, é verdade. Porém, já não tenho mais o pique que tinha na época das micaretas (invejo as minhas amigas que continuam com esse pique todo, intacto!). Então, acabo ouvindo os indie rock tranquilinhos, MPB e algo que eu chamo de "músicas para ouvir na praia" (Jack Johnson, Donavon Frankenreiter, Sublime With Rome, O Rappa, CBJR...).

Foi muito legal relembrar as músicas que marcaram a vida.
Gostoso ver que mudamos com tempo e passamos a ouvir coisas novas... (Ainda bem, né? Já pensou se eu tivesse estacionado na Xuxa? haha).

Agora quero saber de você: qual é a trilha sonora da sua vida?

[Esse post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots. Um grupo de blogueiros saudosistas que tentam resgatar a era de ouro dos diários virtuais].


4 comentários:

  1. Haha adorei o post! Eu também passei pela fase das boybands e depois pelo rock (que ainda ouço sempre) hahah, mas ando gostando muito de músicas indie também (:
    http://www.lenouveaugrunge.com

    ResponderExcluir
  2. Então temos praticamente a mesma trajetória musical!! Rs..

    Beijos! ;)

    ResponderExcluir
  3. Rotaroots <3 Adorei tua trilha HAHAHAA! Atualmente prefiro o Indie, MPB, Rock...

    Bjs
    viverserfeliz-renata.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Tem noção que você faz parte de uns 10 anos da trilha sonora da minha vida?? o.O

    ResponderExcluir

Para comentar sem utilizar um login do Google basta usar a opção Nome/URL.
;)