Leitura: "O Cão que Guarda as Estrelas"


Há quase um mês compartilhei nas minhas redes sociais um presente de Natal que queria muito: um quadrinho chamado "O Cão que guarda as estrelas" por Takashi Murakami.

Instagram @rejaneakemi
Pela sinopse, acreditava ser uma apenas uma história sobre uma viagem pelo Japão de um homem e um cachorro e sua relação de amizade. 

Só que eu esqueci do detalhe que os japoneses, seja em qual for o meio (novelas, filmes, mangás...), sabem realmente fazer o gênero drama. Drama no sentido de nos fazer passar por todos os sentimentos de maneira intensa numa única história. 

Ri, tive pena, 'ataques de fofura', senti o remorso de uma personagem e (quase) chorei....

A história é contada na visão do cachorro (sim, do cachorro!) sobre a construção de uma amizade e amor sinceros entre ele e seu dono, mesmo diante das circunstâncias, além de pequenas histórias de personagens secundários que completam o enredo.

A leitura é rápida, mas complexa, pois mais do que uma simples histórica, te faz pensar em muitas coisas da sua vida, o que fez ou deixou de fazer, nas pessoas ao seu redor, no que você se tornou e o que você ainda busca (e se busca).

"Mas Akemi? E por que este título 'O Cão que Guarda as Estrelas'?"

Segundo o próprio autor:

"Hoshi Mamoru Inu". Tradução literal para o português: O Cão que Guarda as Estrelas.

É uma expressão japonesa usada para descrever uma pessoa que quer algo impossível e deu origem a partir de uma imagem de um cachorro olhando para o céu como se desejasse a estrela."

Esta leitura veio em boa hora, já que é começo de ano, tempo de reflexões, pensamentos e mudanças. 

Vocês já tiveram uma experiência dessas, com tantos sentimentos e reflexões, numa leitura só? Se sim, conta sua indicação aqui para nós! =)

Beijos e até a próxima! 

"Todas as pessoas...enquanto viverem...são cães que guardam as estrelas." (Takashi Murakami)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para comentar sem utilizar um login do Google basta usar a opção Nome/URL.
;)