O que te inspira?


Oi, tudo bem?

Esse é um post diferente. Nada temático, nem nada. Senti vontade de escrever sobre o que me inspira: pra escrever, no meu ciclo de amizades, pra vida. Mas pra isso é importante que você leia esse post ouvindo essa música abaixo, então aperta o play ~ yay~!




Tudo começou quando eu conheci o Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que tentam resgatar a essência dos blog, o escrever por escrever, por pura e simples paixão. Como era antigamente. 

Bom, eu sempre gostei de escrever ~embora eu tenha que lidar com a minha infindável falta de talento para tal, reconheço~. Escrevia aqueles diários com cadeados fajutos na infância, migrei para as agendas na adolescência (em algumas eu escrevia em códigos e não deixei os códigos legendados em lugar nenhum. Por que eu fazia isso? Não sei!) e confesso que parei de escrever assim não tem muito tempo. Escrever sempre me ajudou a colocar pra fora o que eu não conseguia expressar falando. Na verdade, sempre foi uma excelente válvula de escape. Bom, quem me conhece há algum tempo sabe bem dessa minha paixão.

Enfim.

Paralelamente aos diários e agendas, eu tinha blogs. Sempre tive blogs que serviam como diários virtuais (lê-se sempre desde que a internet discada aportou aqui em casa, em meados de 2000 ou 2001). Tive blog em todas as plataformas possíveis: blogspot, bligger, weblogger... Me lembro que eu era super inspirada, eu sempre conseguia escrever sobre a minha vida e histórias aleatórias.

Então, o que mudou?

Nada. Continuo tendo a mesma inspiração de sempre, mas agora acho que a canalizo pra outras áreas da vida. Passei a me interessar mais por artesanato, depois por maquiagens e vi que ambos eu precisaria exercitar a minha criatividade também. 

E a dica que eu dou pra se manter inspirada na vida, é: não perca a sua essência. Conheço tanta gente que eu já não reconheço mais... É triste. Me apaixono imediatamente por pessoas que se mantém exatamente como sempre foram, sem se deixarem influenciar pela vida (!) e pelo tempo (!!!).

Deu pra entender?


Ah, a música dos Los Hermanos é uma das que mais me inspira: Olha lá quem acha que perder é ser menor na vida Olha lá quem sempre quer vitória e perde a glória de chorar (...) Faço o melhor que sou capaz só pra viver em paz... 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para comentar sem utilizar um login do Google basta usar a opção Nome/URL.
;)