Especial Carnaval | Dicas para curtir os blocos de rua


Eei gente!
Tudo certinho?

Está faltando apenas alguns dias para a maior festa do nosso país.
Goste você do carnaval ou não, tem que concordar que são dias de folga muito bem vindos, seja para a folia ou para o descanso.

Hoje falarei especificamente para você que vai curtir a farra (calma!! Terá post para a galera do descanso também!)... Vamos lá?


  • Programe-se! Parece uma dica boba, mas fazer uma pequena programação dos blocos que quer ir faz toda diferença. Ano passado deixei pra ver os blocos no dia e acabei a ver navios. Esse ano, já tenho uma pequena listinha de alguns blocos que eu gostaria de acompanhar - mas também tenho um plano B, caso o plano A não dê certo.
  • Hidrate-se! Não deixe de beber água!! Esse calorzão que está fazendo é super perigoso e nosso corpo precisa de hidratação. Se você for beber algo alcoólico, não deixe de alternar o álcool com a água, hein?
  • Use protetor solar no rosto e no corpo. De novo, com esse sol pra cada um, protetor solar é essencial.
  • Use roupas e sapato confortáveis, de preferência tênis. Para aguentar muitas horas de bloco sem nenhum incômodo.
  • Não tenha medo de usar uma fantasia, mesmo que esta seja apenas um adorno de cabeça. Esse ano, vou até com o cabelo colorido, como eu ensinei nesse vídeo aqui.
  • Aproveite! Sem medo e sem  preconceito! ;)
Serei unicónia colorida neste carnaval! :)
Já teve um post aqui no blog com os principais blocos de rua aqui de São Paulo (alguns que quero muito ir!). Não deixe de conferir a programação na sua cidade também, viu?
E no ano passado fiz um post com as 5 fantasias que eu usaria no carnaval, que se mantém aliás. Usaria todas! 

Espero que tenham gostado das dicas! Vamos aproveitar com alegria e responsabilidade!!
Um beijão e até mais!



Explorando São Paulo | Vila das Rosas Cozinha e Terapia


Ultimamente, tenho procurado mais pela alimentação vegetariana, pois por mais que eu até goste de carne vermelha, o meu organismo não digere muito bem. Por isso, sempre procuro substitui-la e só como de vez em quando. Além disso, gosto muito mesmo do cardápio desse tipo de alimentação. 

Enfim, nas minhas buscas, acabei encontrando o restaurante Vila das Rosas Cozinha e Terapia


O restaurante fica no fundo deste corredor (foto acima) e há mesas externas e internas, tanto individuais quanto colaborativas. Ou seja, se você estiver sozinho, pode sentar numa mesa grande, onde outras pessoas estão ali para conhecer gente nova e não passar a hora do almoço sozinho também. Muito legal!






E se você quiser, ainda tem um sofá para descansar um pouco antes de voltar ao trabalho.


A iluminação de alguns lugares é mais amarelada, por deixar o ambiente não tão claro e fazer com que as pessoas fiquem menos agitadas. Interessante, né? =) 

E eu escolhi uma mesa na parte interna, porque a parte externa não tem cobertura e assim que começou a chover...Imagina!

E vamos ao meu pedido!

Limonada com calda de água de rosas + Feijoada Vegana + salada de entrada
Se você gosta de comer todas aquelas carnes da feijoada, esse prato não é para você. Eu prefiro feijoadas mais magras, então, experimentar essa opção foi ótimo! O que veio de diferente do que eu costumo comer foram o shimeji, o chips de banana e a linguiça de soja. 


E preciso dizer: que comida saborosa!! Porque ainda há um pouco daquele pré-conceito de comida vegetariana ou vegana ser sem graça, sem gosto ou muito "natureba". Se você pensa assim, é porque você não experimentou ainda uma comida bem feita. 

A limonada em si parece uma limonada normal, assim que você bebe, mas no final fica com um gostinho leve de rosas. Que delícia!! 

E eu sabia que não conseguiria pedir a sobremesa, apesar de ter ficado bem tentada a experimentar o crumble de maçã, mas volto outro dia só para isso. 


O mais interessante é ter visto a Marie, proprietária do local junto com o seu filho, Alexandre, ir de mesa em mesa perguntar a opinião das pessoas, checando se todos estavam bem. 

Então, aproveitei para conversar um pouco com ela sobre o conceito da casa e de forma bem resumida: 

"O intuito é preparar alimentos com muito amor, aplicando Reiki e energizando os ambientes para proporcionarmos a cura para o corpo e alma" (Marie)

Ou seja, não foram 2 pessoas que resolveram seguir uma tendência/moda e abriram um restaurante com opções vegetarianas/veganas, mas há uma questão muito mais voltada para a cura, equilíbrio e espiritualidade. Tanto que lá eles oferecem massagens e outros tratamentos, como o próprio Reiki, por exemplo. 

Quero deixar bem claro que não estou aqui para pregar nenhuma crença, princípio, estilo de vida, alimentação. A minha intenção, sempre, com o Explorando São Paulo é compartilhar lugares que nos proporcionam experiências, mais do que saber apenas se é barato ou não. 

Quanto custou?

A limonada (R$ 9,80) + a feijoada (R$ 33,20) saíram num total de R$ 47,30 com os 10% do serviço que você escolhe (de verdade!), se você quer ou não incluir na conta. Com tanta atenção que recebi lá, como não pedir para incluir? 

E sinceramente, pela experiência do lugar, pelo atendimento e principalmente, pela comida, achei o valor justo.

Voltaria?

Com certeza! Mas para experimentar outros pratos e/ou sobremesas e tentar ir num dia sem chuva para ficar na parte externa. 

E você já conhecia esse local? O que achou? Indica algum outro lugar? Deixa aqui nos comentários para nós! =) 

Beijos e até a próxima! 



Fala Patti: O peso dos 31


Eeei gente!
Tudo bom?

Hoje é o dia mais feliz do ano: hoje é o meu aniversário!


Eu não sei vocês, mas eu AMO MUITO fazer aniversário. É um dia que eu já acordo feliz, sabe? Essa sensação de encerrar um ciclo e começar outro sempre me deixa muito animada (e reflexiva. Aguenta coração!).

Ano passado eu fiz 30 anos. Acho que é meio padrão a quem chega nessa idade sentir um pouco o "peso dos 30" - e nem vem, mesmo que a pessoa diga que não, tenho certeza que lá no fundo rolou uma crise básica.



Parei pra pensar no quanto eu mudei nesse último ano. Talvez a mudança mais significativa tenha sido eu encontrar um prazer em fazer uma atividade física. Já contei pra vocês em algum vídeo que sempre fui avessa às aulas de educação física na escola, isso nunca fez parte de mim. Mas descobri na corrida de rua uma válvula de escape. Correndo, consigo pensar na vida, organizar os pensamentos... Por mais que eu saia toda vermelha e MEGA suada, eu acabo relaxada (o mais estranho é que, quando maia suada, mais feliz. Vai entender!). 

Outra coisa que eu mudei muito nesse ano foi tentar parar de agradar as outras pessoas antes de agradar a mim mesmo. Isso pra mim é muito difícil, sou dessas pessoas ultra carentes que precisa agradar a todo mundo o tempo todo - e, meu Deus, como é difícil. Não vejo isso como um egoísmo e sim uma maneira de equilibrar as coisas, sabe?

Por incrível que pareça, também aprendi a gostar de ficar sozinha. Um ano no home office fez com que eu mudasse muita coisa... Eu sei, eu sei.. Já reclamei muito da falta que o convívio social me faz, mas confesso que tem dias que eu adoro curtir a minha própria companhia.

E como nosso corpo muda depois dos 30, não? Hoje em dia eu sinto muito mais facilidade em ganhar peso, por exemplo. Veja bem, não estou dizendo que estou gorda, ok? Não entenda errado. Acho que esse lance de metabolismo depois dos 30, pelo menos pra mim, é real mesmo.

A Patti com 31 é super desapegada. Se contassem isso pra Patti de 20, provavelmente ela iria rir (e muito!) e dizer ainda que seria impossível. Fiz uma mega limpa no meu guarda roupa - e uma mega limpa em todos os aspectos: sentimentos, culpas, ressentimentos... Como é gostoso desapegar! 

E no fim das contas, não existe crise para os 31. Muito louco, com todo mundo que eu conversei encarou os 31 de uma maneira mais leve... Aquele sentimento de "o pior já passou!". Hahaha...
Hoje eu acho que sou uma pessoa que vê as coisas com mais positividade. É possível ter um lado positivo em tudo... Acredito em uma força maior - Deus - que sempre cuida para que aqui fique só o que faz bem.

Hoje, com 31, até dou risada da crise dos 30. Que besteira.
E meu único desejo para o meu ano novo é positividade. E fé.

Um beijão e uma ótima semana, amigos!