Testei | Iluminador Stick Vult


Ei gente!
Tudo certinho?

Há algum tempo a Vult lançou uma linha de produtos em stick - blushes, bronzers e iluminadores. Eu achei bem legal esse lançamento - particularmente eu adoro produtos nessa textura. Corri comprar o iluminador e é sobre ele que eu venho falar hoje! :)



O que diz a marca: "Com textura cremosa e acabamento cintilante proporciona luminosidade à pele de maneira uniforme e natural.Prática, a embalagem em formato stick com mecanismo retrátil é perfeita para estar sempre a mão em qualquer ocasião!".

O iluminador foi lançado em três tons e eu escolhi a cor de número 01, que é mais perolada. Ele é retrátil e vem com 4g de produto, o que eu achei uma quantidade bem ok.



A aplicação dele acaba sendo bem simples, já que dá pra passar direto no rosto e espalhar com os dedos. Quem tem a pele muito oleosa, acredito que tenha que selar com um iluminador em pó - o que também aumentaria a fixação dele. Na minha pele, que é mista e tende a ficar normal agora no inverno, durou em torno de três horas. Sinceramente, não achei a duração lá aquelas coisas, mas é um passo da make que dá pra retocar, se for o caso.

Olha como ele ficou na minha pele depois da maquiagem pronta:



Eu paguei em torno de R$ 22 e achei o preço super justo - lembrando que há variância de preços de acordo com cada região. Aprovadíssimo! Lembrando que aqui no blog também já teve a resenha do iluminador da Max Love - e é muito bom saber que tem marcas acessíveis com preços justos, né?

Indicaria esse produto? Sim, se você ainda não tem um iluminador na necessaire e quer testar um que seja bom e baratinho! 

Outra coisa que eu queria pontuar é que não recebemos para resenhar esse produto - euzinha comprei na perfumaria e esse post não é patrocinado. ;)

Gostaram da resenha? :)
Um beijão e até mais! 



Fala Patti: 5 vezes que eu paguei a língua


Eeeei gente!
Tudo certinho?

Nunca diga 'desta água não beberei'. Não sei vocês, mas toda vez que eu falo algo do tipo dá cinco minutos e eu vou lá e beberei. Hunf!
Hoje o post é sobre cinco das um milhão de vezes que eu paguei a língua:

Música Eletrônica

Quando eu era solteira e estava na 'vida bandida', ia pra balada sempre. Na realidade, eu topava qualquer rolê - e os que incluíam música eletrônica eu até ia, mas confesso que ia emburrada. Sério, eu não entendia qual era a graça de ficar dançando uma porrada de música que pareciam iguais, todas. E eu não economizava na crítica com o ritmo, mesmo com o noivo que adora música eletrônica.

Até que...

No ano passado me diverti muito com o show do Jack Ü no Lollapalooza e o ápice foi o presente de aniversário do noivo: ir no show do David Guetta. Como vocês podem ver pela foto abaixo eu pouco me diverti - e o Guetta e muitos outros viraram minha trilha sonora oficial da faxina (que é quando eu coloco uma música alta e danço até cansar, me julguem).



Anitta

Peraí: em minha defesa, quem diria que a Anitta iria se tornar a rainha que é hoje lá no tempo do Show das Poderosas? Particularmente,  peguei um certo ranço por essa música e sempre julguei a Anitta. Detestava e pronto.

Até que...

Minha gente, é tiro atrás de tiro! Temos que reconhecer que a Anitta tem sim muito talento - senão não estaria fazendo o sucesso que está, né? Go Anira!! 


Filmes de heróis

Tenho um problema com filmes de heróis desde que paguei para ir assistir O Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado (!) no cinema e achei o filme uma bela bosta. De lá pra cá, nunca mais assisti nenhum (nenhum mesmo) filme de herói, mesmo se o filme fizer um mega sucesso.

Até que...

Numa noite de sábado topei assitir a Logan com o noivo e nossa! Fiquei surpresa do quanto o filme me prendeu, mesmo não assistindo nunca a nada do X-Men (o Léo ia me explicando o que eu não entendia por nunca ter assistido aos filmes anteriores! haha). Enfim, Hugh Jackman me fez pagar a língua. Valeu, Hugh!!



#TeamInverno

Nem tem muito o que explicar: eu ficava resmungona no verão e amava o frio!

Até que...

Existe uma vida muito mais disposta e divertida no verão, pelo menos pra mim. E melhorou, depois que descobri looks fresquinhos que me deixam mais bonitinha do que os quilos de moletom que eu uso no inverno. Sério!



Protetoras dos animais?

Existe uma Patti no passado que tinha um pensamento muito deturpado em relação a pessoas que lutam a favor da proteção animal. Luisa Mell então, eu achava uma chata de galocha. Chorar por um animal abandonado? Criticar zoológicos? Eu achava isso tudo um absurdo!

Até que...

Tem uns dois anos (ou menos) que parei pra analisar o que dizem essas ONGs e tudo ficou mais claro quando fui adotar o Amigão. Quando eu era criança um dos meus rolês preferidos era ir ao zoológico e hoje rezo para que não exista um para ir quando eu tiver um filho. Ainda bem que essa língua eu paguei e pude evoluir!


E não me deixa sozinha nessa: me conta uma coisinha que você pagou a língua também?
Quem nunca, né mores?

Um beijão e até mais! 



TAG | Séries


Ei gente!
Tudo certinho?

Eu sei, eu sei... Eu disse que algumas coisas mudariam aqui no blog, mas essa pauta simplesmente não conseguimos deixar  de lado, né?
Ultimamente tenho dedicado alguns momentos do meu dia pra assistir pelo menos um episódio de alguma série sem estar fazendo nada junto, sabe? Confesso que virou um dos momentos preferidos do meu dia, aquele tempinho que eu desligo de tudo (e que acontecem geralmente antes de dormir). Enfim!
Tem essa TAG bem antiga no YouTube e eu achei que seria legal responder, já que agora eu também sou #alouka das séries. Vamos lá:

Qual é sua série favorita de todos os tempos?

Essa eu respondo sem pensar: Friends! Ok, não é lá uma surpresa, mas enfim... Friends me acompanhou por boa parte da vida, sou dessas que coleciona até objetos da série. Alguém aí também ama Friends?

Qual é o seu personagem preferido de todos os tempos?

Chandler. Acho que ele tem um lado muito sarcástico, irônico e humano! Eu sempre amei o personagem e é um dos meus preferidos em Friends.



Cite uma série que você viciou?

Grey's Anatomy. Eu tinha o maior preconceito DA VIDA com essa série, mas foi só começar a assistir pra garrar amor. Já vi a série toda (inclusive o que tem além do Netflix, coisa que pra eu fazer só se eu amar a série mesmo) e não vejo a hora de sair a próxima temporada!

Cite um personagem que você tem algo em comum.

Eu não sei se as pessoas concordam, mas eu acho que eu sou tão Marshall Eriksen, de How I Met Your Mother... <3



Cite uma série que todo mundo gostou (ou gosta) e você não.

Duas: The Walking Dead (porque zumbis e talz não é lá minha praia) e Game of Thrones, que nunca tive muita paciência pra continuar assistindo... (e meu pai acha um absurdo! Ele ama!!).

Qual sua série favorita dos últimos tempos?

Não é a favorita dos últimos tempos, porque senão eu ia responder de novo Grey's Anatomy. Mas a última que eu assisti e já acabei foi El Chapo, uma série da Netflix que conta a história do traficante mexicano.

Cite um protagonista que você não gosta, mas curte a série.

Essa eu também nem preciso pensar muito pra responder: Rory Gilmore! Sempre achei ela muito chata, muito certinha, cheio dos mimimis. Aí no revival achei que iam salvar a personagem mas só afirmaram aquilo que ela foi na vida inteira: um porre.



Você assiste (assistia) alguma série brasileira?

Sai de Baixo vale?

Me conta se você concordou com as respostas - e se você tem alguma série que eu PRECISO ver!
Um beijão e até mais! <3